segunda-feira, 7 de maio de 2018

how many have to die so you can feel loved



o momento certo para o ver chegou durante a primeira chuva de verão. ano de Florence é ano bom.

domingo, 22 de abril de 2018

you're my favorite daydream I'm your famous nightmare



Everything I see looks like gold 
Everything I touch goes cold

throwback to a time very very far away from the present one
when you were more than ashes
scattered in places
i don't even know where
(that's what hurts the most)
a time when you were more than ashes
you still are but

your Elvis song in my ear
that moonlit voice that I hear
tenho saudades da tua gargalhada

sábado, 21 de abril de 2018

sol de abril





- desacelerar. querer ser mais mas menos vezes. querer-me mais. ver o que já sou e querer-me por isso, querer-me assim mesmo.
- não pensar tanto.

segunda-feira, 16 de abril de 2018

written by performed at



Spending time in the abode, trying to pretend the warm wind is out playing with the sun. I miss its touch on my skin, going out and feeling that warm embrace - when the air temperature meets my own body's it is almost like I'm levitating. floating with both feet on the ground. I like that. I know I might regret this in a few months when the sweat and sleepless nights and the too-hot-to-go-outside 40 degrees make its way into our lives in this little corner of Europe but for now I enjoy dreaming about it and thinking of myself as this desert child who craves for the chance to walk around barefoot and display the works of art spattered around her skin (this one on my arm is from ágata 💛 she is probably my favorite tattoo artist in town). so for now, I will keep imagining things, inside, listening to rad tunes like Veni Vidi Vici from Black Lips. summery vibes: on.

quarta-feira, 11 de abril de 2018

solsolsol


dias lentos. passarinhos e o sino (e alguém que tocava piano à hora de almoço). as eternas ambulâncias que descem a avenida e que o meu ouvido se treinou para deixar para lá. tem chovido muito mas agora às às 19:26 ouve-se o Verão.

sexta-feira, 6 de abril de 2018

quinta-feira, 5 de abril de 2018

vera verita


o sol começa a dar de si mas o vento ainda é fresquinho. tento manter a cabeça leve, vou andar mais por aqui.

quarta-feira, 14 de março de 2018

meio de março




folha em branco. como de costume, não sei o que dizer (por palavras, pelo menos). mas sabe-me bem andar por aqui.

escrevo objectivos mas com a vagueza de sempre. apago - é necessário ser mais concreta.
assim sendo, nos próximos 17 dias:
acordar todos os dias até às 09h30;
chegar aos sítios pelo menos 5min antes;
tirar uma foto por dia;
ler antes de dormir, nem que seja uma página;
1h de screen time (no telemóvel).

e chega, por agora.